Show De Lady Gaga No Super Bowl LI Contou Com Drones Da Intel

Ontem aconteceu o super Bowl 51, a tradicional final do Campeonato da Liga Nacional de Futebol Americano (NFL). O evento que aconteceu no estadio NRG em Houston, Texas e contou com a surpreendente virada de New England Patriots sobre Atlanta Falcons e foi recheado de comerciais, lançamentos de trailers de filmes e no intervalo com um show da cantora Lady Gaga.

O inicio do show de Gaga contou com 300 drones da Intel, chamados “Estrelas Cadentes”. Eles possuem LEDs que podem criar mais de 4 bilhões de combinações de cores e pesam somente 280 gramas cada.

giphyintelintel-drones-light-show-super-bowl-halftime-designboom-818

O que chama mais atenção nesses drones, no entanto, é seu computador central. Eles são controlados por um conjunto de programas de software para desktop. As rotas são pré-programadas e cada unidade cumpre o seu papel sem a ajuda de hardware, ou seja, cada um deles é pré-programado por um sistema e eles não se comunicam entre si.

intel-shooting-star-4-of-4

Como os dispositivos não possuem sensores, o software determina suas rotas para que eles não colidam durante as manobras. Momentos antes de levantarem voo, o computador verifica o nível de bateria e o sinal de GPS de cada um. Caso um deles pare de funcionar durante a apresentação, uma unidade reserva assume seu lugar em questão de segundos.

Cada drone pode ser montado em menos de 15 minutos, uma vez que não há parafusos em sua construção e tudo se encaixa perfeitamente.

inteldrone-696x391

A demonstração de ontem, porém não aconteceu ao vivo, pois a Administração Federal de Aviação dos EUA proíbe que drones voem dentro de um raio de 55,5 quilômetros do estádio NRG e limita a realização de manobras acrobáticas feitas por essas máquinas acima de milhares de pessoas.

Por este motivo a Intel gravou a apresentação dos drones na semana passada com a introdução da Lady Gaga com as estrelas ao fundo, que mudaram e formaram a bandeira dos EUA e após as logos da Pepsi e da Intel.

As pessoas que estavam no estadio viram as apresentação pelos telões e as pessoas que assistiram pela televisão viram como se fosse em tempo real, sendo possível perceber devido ao corte que acontece quando a cantora pula e aparece descendo para o palco.

A Intel está trabalhando com as “Shooting Star” há 2 anos e desde então a empresa vem executando vários testes, participando de competições. No final de 2016, conseguiu lançar 500 drones ao mesmo tempo, quebrando o recorde mundial para a maior quantidade de drones operados por uma única pessoa.E na Disney World, na Flórida, a companhia fez shows sincronizados com 600 drones durante os últimos meses(veja).

Veja a apresentação completa de Lady Gaga no Super Bowl clicando aqui.

Fonte: TechCrunch

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s